Seminários - Colóquios - Conferências
Seminários, Colóquios e Conferências
A Divisão de Astrofísica do INPE organiza, semanalmente, seminários que são apresentados no Auditório do Prédio CEA II (INPE), nas terças-feiras às 15:00h. Acontecem também seminários especiais, que podem ter datas e horários distintos dos estabelecidos.

PRÓXIMOS SEMINÁRIOS
PALESTRANTE: Dr. Fabiano Souza - Divisão de Sistemas Espaciais, INPE
DATA: 12/03/2019
LOCAL: INPE - Auditório do Prédio CEA II
HORA: 15h00 (horário de Brasília)

TÍTULO: Centro de Projeto Integrado de Missões Espaciais (CPRIME)

RESUMO: Nesta palestra será apresentado o Centro de Projeto Integrado de Missões Espaciais (CPRIME). O CPRIME é uma instalação pertencente a Divisão de Sistemas Espacias do INPE, que tem como principal atividade o projeto conceitual de sistemas, no suporte a análise de viabilidade de novas missões espaciais. Suas características foram inspiradas em instalações similares existentes na NASA e ESA. Na palestra será feita uma descrição das atividades do Centro, técnicas e ferramentas utilizadas no mesmo.
DATA: 19/03/2019
Feriado Municipal em São José dos Campos

PALESTRANTE: Dr. André Milone - DIDAS/INPE
DATA: 26/03/2019
LOCAL: INPE - Auditório do Prédio CEA II
HORA: 15h00 (horário de Brasília)

TÍTULO: Tório em gêmeas solares: implicações para habitabilidade em planetas rochosos

RESUMO: Estima-se que o decaimento radioativo de isótopos instáveis do tório (Th), urânio e potássio forneça cerca da metade da energia do interior da Terra, que é o único planeta rochoso geologicamente ativo do Sistema Solar. O calor interno de um planeta rochoso pode induzir à existência de um manto convectivo, promovendo o tectonismo e, consequentemente, o ciclo do carbono, o qual estabiliza a atmosfera planetária por um longo período de tempo (um dos requisitos necessários para a habitabilidade num planeta rochoso). Neste trabalho medimos a abundância do Th, por meio de uma análise espectroscópica fina e homogênea, em uma amostra de 53 gêmeas solares de idades bem diversas. Notamos que o tório ocorre em quantidade maior ou igual àquela existente no Sol ao compararmos as abundâncias iniciais das estrelas com a do Sol. Nossas medidas também indicam que a razão tório/silício em gêmeas solares aumenta com o tempo, tendo sido maior ou igual ao valor solar inicial. Tais resultados sugerem que potenciais planetas rochosos ao redor de gêmeas solares têm probabilidades altas de terem tectonismo, aumentando a chance da habitabilidade em planetas rochosos de qualquer massa formados em qualquer época da evolução do disco da Galáxia.

Astronews
M.Sc. Aysses do Carmo Oliveira,
Doutoranda da DIDAS/INPE
PALESTRANTE: Dra. Hemily Gomes Marciano Fortes
DATA: 02/04/2019
LOCAL: INPE - Auditório do prédio CEA-II
HORA: 15h00 (horário de Brasília)

TÍTULO: Modelos massivos de spin-2 em espaços curvos e algumas possíveis aplicações cosmológicas

RESUMO: Em teoria de campos, partículas massivas de spin-2 são usualmente descritas pela conhecida teoria de Fierz-Pauli. Recentemente, tem havido um aumento no interesse por teorias que descrevam esse tipo de partícula, principalmente pela possibilidade de oferecer uma explicação alternativa para o problema da aceleração da expansão do universo, pois se o gráviton tivesse uma pequena massa, a força gravitacional diminuiria a grandes distâncias, produzindo tal aceleração. Trabalhos mais recentes têm trazido à tona outras possibilidades além de Fierz-Pauli que são os chamados modelos L(a1). Tendo em vista que toda partícula deve interagir com a gravitação, buscamos estudar o acoplamento desses novos modelos com um campo gravitacional de fundo. Uma maneira de aprofundar o conhecimento acerca desses novos modelos seria confrontar as previsões teóricas com o que temos de resultado experimental dos últimos anos. Dessa forma, pretendemos analisar possíveis consequências cosmológicas vindas desses modelos e identificar os testes teóricos orientados pelos resultados experimentais recentes que podem ser utilizados a fim de corroborarmos (ou não) o que tem sido obtido no âmbito teórico.

Astronews
M.Sc. Fernando Custódio,
Doutorando da DIDAS/INPE
DATA: 09/04/2019
TÍTULO: Workshop da Pós Graduação da DIDAS/INPE
PALESTRANTE: Dr. Otávio Durão - INPE
DATA: 16/04/2019
LOCAL: INPE - Auditório do Prédio CEA II
HORA: 15h00 (horário de Brasília)

TÍTULO: Cubesats, o Programa NanosatC-Br e possibilidades futuras

RESUMO: A palestra apresentará um novo conceito para missões espaciais com satélites miniaturizados em um padrão conhecido como cubesats. Mostrará os primeiros resultados obtidos no INPE com este tipo de satélite através da missão NanosatC-Br1. Em seguida apresentará o NanosatC-Br2, com o dobro do tamanho (2 litros de volume) e com lançamento já contratado para o último trimestre de 2019. Finalizando a palestra apresentará outros projetos em desenvolvimento para missões com cubesats no INPE, em parceria com o ITA, NASA e o setor privado e possibilidades futuras para missões científicas.
PALESTRANTE: Dr. Oli Luis Dors Júnior - UNIVAP
DATA: 23/04/2019
LOCAL: INPE - Auditório do Prédio CEA II
HORA: 15h00 (horário de Brasília)

TÍTULO: The CADA Project

RESUMO: Recent surveys, such as the Calar Alto Legacy Integral Field Area (CALIFA) and the Sloan Digital Sky Survey (SDSS) have revolutionized the extragalactic astronomy. However, the majority of the works based on data from these and other surveys have adressed only in studying star-forming regions, being that AGNs have received few attention. With this in mind, recently, we started with a project named CADA project (Chemical Abundance Determinations in AGNs) which it has as main goal to determine the chemical abundance of heavy elements (e.g. O, N, S) in AGNs. In this seminar, I will present an introduction about methodologies used to calculate chemical abundances in AGNs as well as the results of the first two years of the CADA project.

Astronews
M. Sc. Lorena do Carmo Jesus,
Doutoranda da DIDAS/INPE
PALESTRANTE: Dr. Arcélio Costa Louro - DIDSE/INPE
DATA: 30/04/2019
LOCAL: INPE - Auditório do Prédio CEA-II
HORA: 15h00 (horário de Brasília)

TÍTULO: Visão Geral da Missão do satélite Amazonia 1

RESUMO: A série de satélites Amazonia foi concebida para fornecer dados (imagens) de sensoriamento remoto para observar e monitorar o desmatamento especialmente na região amazônica e, também, a diversificada agricultura em todo o território nacional com uma alta taxa de revisita, buscando atuar em sinergia com os programas ambientais existentes. O Amazonia-1 é o primeiro satélite de Observação da Terra completamente projetado, integrado, testado e operado pelo Brasil. O lançamento do Amazonia 1 está previsto para 2020, com órbita Sol síncrona (polar) que irá gerar imagens do planeta a cada 5 dias. Para isso, possui um imageador óptico de visada larga (câmera com 3 bandas de frequências no espectro visível – VIS – e 1 banda próxima do infravermelho – Near Infrared ou NIR) capaz de observar uma faixa de aproximadamente 850 km com 60 metros de resolução. A órbita escolhida proporcionará uma alta taxa de revisita (5 dias), tendo, com isso, capacidade de disponibilizar uma significativa quantidade de dados de um mesmo ponto do planeta. Esta característica é extremamente valiosa em aplicações como alerta de desmatamento na Amazônia e outros Biomas Brasileiros, pois aumenta a probabilidade de captura de imagens úteis diante da cobertura de nuvens na região.

Astronews
M.Sc. Manoel Felipe,
Doutorando da DIDAS/INPE
PALESTRANTE: M.Sc. Renato Henrique Ferreira Branco - INPE
DATA: 07/05/2019
LOCAL: INPE - Auditório do Prédio CEA-II
HORA: 15h00 (horário de Brasília)

TÍTULO: A engenharia de sistemas baseada em modelos (MBSE) no suporte ao desenvolvimento de equipamentos científicos

RESUMO: A engenharia de sistemas se mostra como importante disciplina no desenvolvimento de equipamentos e sistemas complexos. Recentes avanços no tema levaram ao desenvolvimento da engenharia de sistemas baseada em modelos (MBSE - Model Based Systems Engineering). A MBSE permite, com o apoio de ferramentas informáticas, o desenvolvimento de um modelo computacional único, de onde podem ser extraídas as diferentes informações e relações entre os componentes e subsistemas do modelo maior. Será abordado o ciclo de desenvolvimento de equipamentos e sistemas, com as atividades esperadas para cada fase do ciclo. Também serão apresentadas as ações estruturantes que estamos realizando na CGCEA de forma a implantar a filosofia nos nossos desenvolvimentos, especialmente a implantação de método e ferramenta para utilização de MBSE.

Astronews
M.Sc. Marcos Antonio Fonseca Faria,
Doutorando da DIDAS/INPE
PALESTRANTE: Dr. Rafael da Costa Nunes - DIDAS/INPE
DATA: 14/05/2019
LOCAL: Sala 90 do Prédio CEA-I
HORA: 15h00 (horário de Brasília)

TÍTULO: Probing the Dark Sector of the Universe with Gravitational Wave

RESUMO: O acúmulo gradual de dados cosmológicos ao longo dos últimos 20 anos mostram com grande precisão que aproximadamente 95% do conteúdo energético de Universo é desconhecido a nível fundamental, o chamado setor escuro do Universo. Tal setor é conhecido por ser constituído pela matéria escura e energia escura (ou modificações na teoria da relatividade geral), sendo este um dos maiores problemas em aberto da física contemporânea. Por outro lado, recentemente, as colaborações LIGO e Virgo relataram as primeiras deteções direta das ondas gravitacionais. Essas deteções indicam uma nova era na astronomia moderna, abrindo um novo espectro de possibilidades para investigar física fundamental. Vamos discutir a importância da física das ondas gravitacionais e como esse novo capitulo da astronomia moderna será importante para desvendar a natureza e propriedades do setor escuro do Universo. Vou voltar atenção para trabalhos desenvolvidos e perspectivas dentro do grupo de ondas gravitacionais (teoria e fenomenologia) do INPE.
PALESTRANTE: Dr. Luis Carlos Bassalo Crispino - UFPA
DATA: 21/05/2019
LOCAL: INPE - Auditório do Prédio CEA-II
HORA: 15h00 (horário de Brasília)

TÍTULO: One Hundred Years of Gravitational Scattering According to Einstein's Theory

RESUMO: In 2019 we celebrate one hundred years of the first experimental test of the Theory of General Relativity (GR), accomplished mainly with measurements performed in the photographic plates obtained in Sobral (CE), Brazil, during the total solar eclipse on May 29, 1919. In the first part of the talk, I plan to access the historical facts related to this celebrated moment, which happens to be one of the most famous and important experimental verifications in the History of Science. The physical phenomenon underlying the first GR experimental test consists essentially in the scattering of electromagnetic radiation by the Sun's gravitational field. Researches involving scattering are frequent in physics. As a classical example, we have the investigation of the atomic nucleus by Ernest Rutherford. Also in the context of black hole physics, scattering and absorption studies stand out. Black holes can, in principle, be indirectly identified by the characteristics of the radiation that is scattered by them. These characteristics depend on the relationship between the size of the black hole event horizon and the wavelength of the incident radiation. In the second part of the talk, I will present and analyze recent results related to detailed numerical investigations of the absorption and scattering of gravitational, electromagnetic and scalar waves by different types of black holes.
PALESTRANTE: Dr. Roberto Luiz Galski - COCRC/INPE
DATA: 28/05/2019
LOCAL: INPE - Auditório do Prédio CEA-II
HORA: 15h00 (horário de Brasília)

TÍTULO: O Centro de Rastreio e Controle de Satélites (CRC) do INPE

RESUMO: Eu apresento neste semin'ario uma visão geral das instalações, da infraestrutura de hardware e software e das atividades desenvolvidas no Centro de Rastreio e Controle de Satélites do INPE em função dos satélites construídos e operados pelo INPE.

Astronews
M.Sc. Rafael Botalho,
Doutorando da DIDAS/INPE
PALESTRANTE: Dr. Carlos Eduardo Ferreira Lopes - DIDAS/INPE
DATA: 04/06/2019
LOCAL: INPE - Auditório do Prédio CEA-II
HORA: 15h00 (horário de Brasília)

TÍTULO: Research in photometric time series

RESUMO: Os campos de Astroestatítica e Astroinformática são vitais para lidar com os levantamentos fotométricos de big data. Como outras disciplinas da era do big data, a astronomia tem muitas características em ''V''. Discutimos diferentes algoritmos de mineração de dados usados em astronomia e ferramentas relacionadas a aplicações astronômicas. Nossas contribuições em Astroestatística e algumas aplicações também são apresentadas. Os astrônomos e cientistas brasileiros devem estar prontos para enfrentar os desafios e aproveitar as oportunidades oferecidas pelo enorme volume de dados.
DATA: 11/06/2019
Seminário cancelado

PALESTRANTE: Dr. Thiago Monfredini - Laboratório Nacional de Luz Síncrotron/Centro Nacional de Pesquisas em Energia e Materiais
DATA: 18/06/2019
LOCAL: INPE - Auditório do Prédio CEA-II
HORA: 15h00 (horário de Brasília)

TÍTULO: Aplicações de técnicas síncrotron para astrofisica

RESUMO: Laboratórios voltados para o uso da radiação síncrotron para experimentos nas áreas de ciências dos materias, microbiologia, ciências atmosféricas, etc, existem desde o final da década de 1960. Nesta apresentação, discutiremos os princípios de funcionamento dessas fontes de luz, assim como seu uso especialmente no Brasil, com enfoque para algumas aplicações em astrofísica. Aplicando fótons UV e raios X do UVX, atual fonte de luz do Laboratório Nacional de Luz Síncrotron (LNLS), sediado em Campinas-SP, determinamos parâmetros fundamentais de processos de fotoionização e fotodissociação moleculares que ocorrem no meio interestelar, como para hidrocarbonetos policíclicos aromáticos (PAHs, na sigla em inglês). Examinamos esses parâmetros no contexto do ambiente circum-nuclear de AGNs, fontes de fótons com energias de até 10 keV onde PAHs são observados. Os resultados sugerem haver um processo de enriquecimento de moléculas com cargas múltiplas, além de sofrerem intenso processo de fotodissociação. Atualmente, o LNLS é responsável pela instalação de uma nova fonte de luz, o Sirius, num dos maiores empreendimentos científicos (e de engenharia) do Brasil. Em funcionamento em breve, o Sirius será a segunda fonte de luz de quarta geração construída no mundo, com emissão característica de maior brilho e coerência já alcançados. Potenciais aplicações astrofísicas do Sirius também serão discutidas.
PALESTRANTE: Dr. Márcio Constâncio Júnior - DAS/INPE
DATA: 25/06/2019
LOCAL: INPE - Auditório do Prédio CEA-II
HORA: 15h00 (horário de Brasília)

TÍTULO: Pesquisas criogênicas para o LIGO Voyager realizadas no INPE

RESUMO: O LIGO Voyager será um detector criogênico com massas de teste de 200 kg de Silício operando a uma temperatura de 123 K na mesma instalação do LIGO atual. Para não afetar o ciclo útil do detector é importante que o resfriamento inicial destas massas seja feito no menor tempo e com os menores riscos possíveis. Da mesma forma, esta temperatura deve ser mantida durante o ciclo de operação do detector, enquanto a massa de teste absorve calor do laser e dos tubos de 4 km. Neste seminário será abordado um pouco da contribuição do grupo GWINPE à pesquisa criogênica para o resfriamento inicial e manutenção da temperatura do detector, indo de experimentos onde foram calculados a emissividade do Silício até simulações que dão uma ideia sobre as fontes de calor que podem ser relavantes para as massas de teste.
DATA: 02/07/2019
TÍTULO: Curso de Introdução à Astronomia e Astrofísica da DIDAS/INPE
DATA: 09/07/2019
TÍTULO: Feriado Estadual em São Paulo
PALESTRANTE: Dra. Lúbia Vinhas - INPE
DATA: 16/07/2019
LOCAL: INPE - Auditório do Prédio CEA-II
HORA: 15h00 (horário de Brasília)

TÍTULO: Atividades em Observação da Terra no INPE - CGOBT

RESUMO: A Coordenação-Geral de Observação da Terra é uma das 7 áreas finalísticas do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) no segundo nível de sua estrutura hierárquica. Com atividades baseadas em dois grandes núcleos de conhecimento, sensoriamento remoto e geoinformática, a CGOBT busca produzir conhecimento científico e realizar projetos interdisciplinares, visando contribuir com o país em sua necessária trajetória do desenvolvimento sustentável. Nesse seminário apresentarei uma visão geral da CGOBT, suas atividades de pesquisa, de formação de pessoal e também de projetos de natureza operacional que são coordenados pela área.

Astronews
Jurandi Leão Santos,
Mestrando da DIDAS/INPE
PALESTRANTE: Dr. Joao Braga - INPE
DATA: 23/07/2019
LOCAL: INPE - Auditório do Prédio CEA-II
HORA: 15h00 (horário de Brasília)
Informações:
FLÁVIO D'AMICO
flavio.damico@inpe.br
(12)3208-7224

Seminários Anteriores
2018 | 2016 | 2014 | 2013 | 2012 | 2011 | 2010 | 2009 | 2006 | 2005 | 2004 | 2003 | 2002 | 2001 | 2000
Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais - INPE
Av. dos Astronautas,1.758 - Jd. Granja - CEP 12227-010 - Sao José dos Campos - SP - Brasil
Copyright 2014 © INPE/DAS - Todos os direitos reservados.